APRESENTAÇÃO
AMARMAÇÃO, ASSOCIAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO DO CONCELHO DE MAÇÃO

A AmarMação assume como único desiderato a promoção e desenvolvimento do concelho de Mação.
Para a prossecução dos seus fins e desenvolvimento das suas atividades, a AmarMação privilegia as relações de proximidade, colaboração e cooperação com as populações locais, bem como com todas as instituições e entidades interessadas, nacionais e internacionais.
A AmarMação, como entidade geradora e potenciadora de dinâmicas, tem como objeto e finalidades principais:
  • Valorização do património sociocultural, ambiental e construído, através da prossecução de estratégias locais de desenvolvimento;
  • Promoção do desenvolvimento regional e local, tendente à melhoria das condições de vida das respetivas populações e à coesão social e territorial;
  • Valorização dos recursos e potencialidades locais, perseguindo uma política de desenvolvimento integrado e sustentado;
  • Diversificação da economia e atividades tradicionais e intervenção ao nível do património rural;
  • Apoio aos agentes económicos e sociais em todas as vertentes que se afigurem essenciais para a prestação de serviços de qualidade;
  • Fomento do empreendedorismo, inovação e competitividade;
  • Prospeção de novos mercados, visando a máxima valorização das produções dos Associados;
  • Comercialização de fatores de produção e de produtos ou serviços considerados cruciais para o desenvolvimento sustentado concelhio, nomeadamente dos mais tradicionais e endógenos;
  • Divulgação das entidades associadas, dos produtos e serviços que se lhes encontram adstritos e da região compreendida na área social de intervenção, incluindo a participação em feiras, mostras, exposições e outros certames;
  • Contribuição, de todas as formas, para a criação e divulgação de uma imagem de marca de qualidade, sem prejuízo da independência produtiva, comercial e estratégica de cada Associado;
  • Formação profissional e empresarial;
  • Colaboração com outras entidades oficiais ou sectoriais, públicas ou privadas, nacionais ou estrangeiras.

CORPOS SOCIAIS
ASSEMBLEIA GERAL
Presidente: Rui Gouveia d´Assis (Manuel Rosa Eusébio & Filhos)
Vice-Presidente: Nazaré Dias (António Costa Dias, Lda)
Secretário: Fernando Pereirinha (Fumeiro da Beira)
Suplentes: Maria José Cavaco e João Ferreira (COFMAÇÃO) e (Minimercado Eusébio e Ferreira, Lda)


DIREÇÃO
Presidente: António Louro (Aflomação)
Vice-Presidente: Domingos Perdiz (Pepe -Industrial de Carnes, Lda)
Secretário: Carlos Duarte (Distrimação Supermercados, Lda)
Tesoureiro: Fernando Monteiro (Melbandos)
Vogal: Luis Pereira (Probeira)
Suplentes: João Marques e Leonel Lopes (Presuntos Tio Zé da Beira - Ind. de Carnes, Lda) e (Leonel Lopes da Silva, Lda)


CONSELHO FISCAL
Presidente: Jorge Silva (Horticasa - Comércio e importações de artigos para agricultura, Lda)
Vogal: Joaquim Dias (Temperos do Campo, Unipessoal, Lda)
Vogal: Abel Parente (Abel José Heitor Parente)
Suplentes: António Lopes e Luís Mateus (Beira Codes, Lda) e (Solar do Moinho)

ASSOCIADOS
Poderão ser associados todas as entidades individuais e coletivas, públicas ou privadas, suscetíveis de contribuir para o delineamento da estratégia territorial de atuação, e materialização da sua implementação, sempre no intuito da defesa intransigente dos superiores interesses do concelho e na sua valorização e desenvolvimento.
A AmarMação conta atualmente com cerca de 50 associados efetivos (cuja duplicação se perspetiva em breve), pontificando a maioria das unidades agroindustriais (transformação de carnes, lacticínios, lagares, panificação e pastelaria, vitivinicultura, apicultura, pimentão, etc.), estabelecimentos comerciais e de restauração, etc.


LISTA DE ASSOCIADOS
  • ABEL HEITOR PARENTE
  • ALBERTO DIAS RIBEIRO & FILHOS LDA
  • ANTÓNIO DA COSTA DIAS
  • ASSOCIAÇÃO DE OLIVICULTORES DE S. BENTO
  • ASSOCIAÇÃO DESPORTIVA E CULTURAL DO PEREIRO DE MAÇÃO
  • ASSOCIAÇÃO GALGAS E GALGAS DE VALE CARNEIRO
  • BEIRA CODES AGROPECUÁRIA
  • CAFÉ RESTAURANTE "A RECTA"
  • CARBAIXA - COMÉRCIO E INDÚSTRIA DE CARNES E PRODUTOS ALIMENTARES DA BEIRA BAIXA, LDA
  • CASA MANSINHO - INDÚSTRIA HOTELEIRA LDA
  • COAU - COOPERATIVA OLIVÍCOLA DAS ALDEIAS UNIDAS
  • COOFMAÇÃO-COOP. DE OLIVICULTURA E FLORESTA DA FREGUESIA DE MAÇÃO
  • COOPENHA-COOP. AGRICOLA DA FREGUESIA DE PENHASCOSO,CRL
  • COOPERATIVA AGRÍCOLA DAS MATAS
  • COOPERATIVA AGRÍCOLA DO CASTELO DE MAÇÃO
  • COORTA- COOP. AGRICOLA DE TRANSF. OLIVICULTORES DE ORTIGA, CRL
  • CROAB-COOPERATIVA AGRÍCOLA DE OLIVICULTORES DE ABOBOREIRA
  • DISTRIMAÇÃO SUPERMERCARDOS, LDA
  • ENCONTROS COM A TERRA
  • FERNANDO JOSÉ MARTINS DIAS
  • HORTICASA - COMÉRCIO E IMPORTAÇÕES DE ARTIGOS PARA AGRICULTURA, LDA
  • JOÃO MANUEL BARATA ALVES
  • JOAQUINA MARIA SANTOS PEREIRA ANTÓNIO
  • JOSÉ HEITOR PARENTE
  • JOSÉ HENRIQUES DE MATOS
  • LAGAR DE ANTÓNIO GASPAR E JOSÉ CANHOTO E OUTROS
  • LAGAR DE JOSÉ ROSÁRIO MACHADO
  • LAGAR SOCIAL DA GALEGA E FEITEIRA, LDA
  • LEONEL LOPES DA SILVA
  • LUIS DA VITÓRIA COELHO
  • MANUEL FONTES MATIAS
  • MANUEL ROSA EUSÉBIO & FILHOS, LDA
  • MARIA DO ROSÁRIO MARQUES DIAS ALVES
  • MARIA FILOMENA MATEUS CONDE DE MATOS, UNIPESSOAL LDA
  • MARIA MARGARIDA VIEGAS LOPES MARTINS
  • MINIMERCADO EUSÉBIO E FERREIRA
  • OLIMUA- COOPERATIVA DOS OLIVICULTORES DE VALE DA MUA
  • PEPE-INDUSTRIAL DE CARNES, LDA
  • PRESUNTOS TIO ZÉ DA BEIRA - INDÚSTRIA DE CARNES, LDA
  • PROBAIXA - PRODUÇÃO DE PRESUNTOS DA BEIRA BAIXA LDA
  • PROBEIRA, PRODUTOS ALIMENTARES DA BEIRA, LDA.
  • PUZZLEPROEZA - UNIPESSOAL, LDA
  • RICARDO VERMELHO SERVIÇOS HOTELEIROS UNIPESSOAL, LDA
  • SOCIEDADE AGRÍCOLA TERRAS DA GAMA, LDA.
  • SOCIEDADE DE OLIVICULTORES DE QUEIXOPERRA, LDA
  • SOLAR DO MOINHO, RESTAURANTE E PASTELARIA, LDA.
  • TEMPEROS DO CAMPO, UNIPESSOAL LDA
  • VITOR MANUEL GONÇALVES

PLANO DE ATIVIDADES
Para memória futura e justificando a tardia apresentação da presente documentação, cumpre sublinhar que o início do funcionamento da AmarMação na sua plenitude e tendo em conta os desígnios e objetivos para que foi concebida se encontra intimamente ligada e fortemente condicionada à efetivação do planificado investimento inicial.
As infraestruturas e equipamentos necessários para o seu cabal início de funcionamento encontram-se inclusas numa candidatura submetida ao Eixo 3 do Proder/Leader, enquadrada na Estratégia Local de Desenvolvimento - Dinamização das Zonas Rurais, Medida 3.1 - "Diversificação da Economia e Criação de Emprego"; Acção 3.1.2 - "Criação e Desenvolvimento de Microempresas".
Conforme é do conhecimento de todos os associados, a primeira candidatura efetuada em 9 de Maio de 2012 não foi aceite, devido a alegadas irregularidades processuais. Tal ocorrência atrasou o início de pleno e estruturado funcionamento da AmarMação, Associação de Desenvolvimento do concelho de Mação, tendo ficado consensualizado o adiamento do início da atividade da AmarMação, condicionando-o à abertura da seguinte fase de candidatura Proder à Ação ante enunciada.
Tendo em conta que o 4º Aviso de Abertura de Candidatura apenas foi publicado em 7 de Junho de 2013, a recandidatura foi efetuada, tendo sido apenas aprovada em Fevereiro de 2014, e assinado o respetivo contrato em Junho de 2014.
Conforme é do conhecimento geral, apenas em 22 de Maio de 2014 foram os presentes Órgão Sociais eleitos, justificando a apresentação do Plano de Atividades para o restante ano de 2014 apenas na presente data.
O Plano de Atividades para o ano de 2014 prevê a consumação da ante referenciada candidatura, encontrando-se a sua efetivação no âmago das prioridades da Direção. Apesar de pretender abranger as múltiplas valências a que se propôs desde o início, o pouco tempo que falta para o final do ano e o significativo investimento envolvido determinam esta opção primordial. Consequentemente, pretendemos adquirir, até final do ano:


  • Expositores para comercialização de produtos tradicionais, alguns com sector de frio para produtos perecíveis.
  • Viatura comercial dotada de equipamento frigorífico para transporte/distribuição de produtos perecíveis para contactos com os agentes económicos, recolha e distribuição de produtos tradicionais;
  • Criação do layout de stand modular, com área expositiva e área de receção;
  • Criação do logótipo e criação de material audiovisual, nomeadamente cartões, cartazes, folhetos, rótulos para os mais variados produtos, etc;
  • Criação e desenvolvimento de plataforma eletrónica, incluindo serviços eletrónicos e comercialização on-line;
  • Aquisição de linha de embalamento, capsulamento e rotulagem de azeite;
  • Aquisição de enchedora de cuvetes, visando apoiar o embalamento e posterior comercialização de alguns dos principais produtos tradicionais, como o azeite, o mel e pólen, etc.
  • Obras de recuperação e adaptação da sede e pavilhão comercial;
  • Aquisição de serviços de certificação de produtos tradicionais;
  • Aquisição de equipamento informático, de telecomunicações e audiovisual;
  • Aquisição de software de gestão;
  • Aquisição de equipamento laboratorial variado, visando o controlo de qualidade e segurança alimentar.

A AmarMação laborará inicialmente em instalações cedidas graciosamente pelo Município.
O corpo técnico a integrar assumirá a responsabilidade pelo desenvolvimento das várias valências do projeto.
No entanto, e tal como referido relativamente aos pontos anteriores, não prevemos iniciar as ações no terreno antes da consumação dos investimentos referenciados.

MARCA MAÇÃO
Uma Marca que é um Território!
Uma Marca é um sinal ou conjunto de sinais distintivos de produtos ou serviços. Quando falamos de uma Marca falamos de algo que sobressai porque é único, está distinguido dos demais.
Falar da Marca Mação é falar de um projeto ambicioso mas necessário. A Câmara Municipal de Mação pensou reunir, identificar e distinguir os produtos locais com o próprio nome do Concelho. Falar da Marca Mação é com se todo o território tivesse um selo de aprovação que o distingue apresentando os nossos produtos como únicos. A Marca Mação é a alma, o saber-fazer e o saber-estar de gerações e gerações de Maçaenses. São os produtos que chegaram aos dias de hoje com um história que, só por si, os distingue.
Para os habitantes do Concelho a Marca Mação deverá ser um motivo de orgulho pois engloba os produtos que os antepassados exploraram e nos ensinaram a fazer e que hoje são apresentados ao Mundo sob a chancela Mação.


O que é a Marca Mação?
Lançada no ano de 2008, a "Marca Mação" nasceu a partir da forte vontade e persistência da Câmara Municipal de Mação em preservar e valorizar as riquezas do seu Concelho, bem como dos produtores que, em boa hora, assumiram a dimensão e importância do associativismo para atingir patamares mais elevados de qualidade, desenvolvimento e geração de riqueza.
A Marca Mação é, assim, a Marca do Concelho de Mação, daquilo que temos de melhor e que fazemos com excelência atestando a elevada qualidade e especificidade dos seus produtos. Garante ao consumidor o privilégio de degustar a própria natureza através da excelência dos genuínos produtos de Mação e constituindo-se como um verdadeiro veículo de promoção das empresas, produtos e do próprio Concelho.
Degustar o presunto e enchidos vários, os azeites e azeitonas, o mel, o queijo de cabra, para além do elevado prazer e contínua descoberta gastronómica, determina uma comunhão com a natureza e com a capacidade de adaptação e evolução de um povo admirável e invulgar.
A "Marca Mação" aparece representada com 3 cores associadas a 3 tipos de produtos, os primeiros que estão a ser certificados. A Marca Mação apresenta o amarelo-torrado do mel, o verde do azeite e o vermelho das carnes.


O Vermelho das Carnes

Neste momento, são já três as empresas de carnes concelhias que produzem presuntos "Marca Mação". Estes presuntos distinguem-se pelo sabor (extremamente intenso e agradável, bem como de enorme suculência), pelo seu diminuto teor em sal e ausência completa de fumo. Ao nível do aspeto exterior apresentam-se envoltos em rede hexagonal de cor preta com um cordão de cor preta, gravata identificativa e gargantilha de cor vermelha abaixo do curvilhão. A extremidade distal estará protegida com folha de alumínio de cor preta.
O processo de certificação do primeiro lote de presuntos iniciou-se em Novembro de 2009, sendo que cada perna é avaliada individualmente e, após aprovação por uma empresa certificadora, marcada "a fogo" a uma temperatura superior a 500ºC, através de equipamento apropriado adquirido especificamente para o efeito. Esta marcação inclui uma numeração onde se insere a data de início do processamento, realçando o logótipo alusivo à Marca Mação. Todas as fases do processamento, que se inicia na calibração e salga, são minuciosamente controladas visando a estrita e rigorosa conformidade com o Caderno de Especificações, devendo este processo ser superior a nove meses.


O Amarelo do Mel

A apicultura é uma das mais ancestrais e vitais atividades do sector primário do nosso Concelho, imortalizada no brasão heráldico concelhio. O mel de Mação apresenta-se em três categorias: mel de urze ou queiró, mel de rosmaninho e mel multifloral. Com evidentes diferenças na textura, cor e flavor, o mel de Mação reúne, porém, a qualidade intrínseca da natureza ainda incólume no requinte do seu paladar. Uma atividade em recuperação no Concelho de Mação que deve orgulhar a todos!


O Verde da Oliveira

A olivicultura constitui ainda a principal cultura agrícola de Mação, assumindo um papel de enorme relevância no sector primário do nosso Concelho. A tradicional azeitona galega é a responsável por um dos mais específicos, finos e aromáticos azeites que pode encontrar no nosso País.


CONTACTOS
Sede:
Rua do Adro, nº 14
6120-742 Mação

Armazém:
Travessa Dr. João Calado Rodrigues, nº 71
6120-787 Mação

Telefones:
241247034
968947455
967058837

E-mail:
geral@amarmacao.pt